domingo, abril 16, 2006

Adoração


Uma luta minha de há algum tempo a esta parte tem sido, como levar os outros a envolver-se em adoração. Estou farto de ver a passividade com que as pessoas encaram a adoração, com que encaram o estar na presença de Deus.

Cada vez mais sinto esse peso. Por vezes sinto que quanto mais nos (a equipa de louvor) esforçamos por conduzir os outros em adoração mais dificuldade sentimos. Por outro lado, existem momentos em que tudo parece fácil e tudo o que fazemos sai bem, sem sequer compreendermos porquê. Mas começamos a compreender...

Apercebi-me que esses momentos acontecem quando entregamos o que somos, o que sabemos, os nossos anseios nas mãos de Deus e simplesmente O louvamos com os nossos instrumentos e vozes. O que me fascina mais é que nunca acontece que um de nós se destaca mas antes todos tocamos como um, em sintonia completa. E é sempre nesses momentos que o povo responde com um surto de adoração incrível. Ninguém fica passivo.

É realmente algo que ultrapassa a minha compreensão, mas de novo, Deus é assim. E sinto cada vez mais que é essa a atitude a ter.

2 comentários:

C.A.R.L.O.T.A. disse...

tenho 2 coisas a dizer....
1ºo teu blog e muito fixe e muito instrutivo
2º parece-me que és um bacano
3º A adoração a Deus é muito importante.... e é muito bom quando lhe podemos dizer que o amamos....

Sound Master disse...

Concordo inteiramente. Por vezes nós (levitas) temos alguma relutância em deixar TUDO nas mãos de DEUS. Queremos escolher e programar as reuniões de maneira a que tudo seja o melhor possível (afinal de contas será para honrar a ELE), mas por vezes esquecemo-nos do ensino do templo de Salomão. Todos os músicos estavam prontos, a sequencia alinhada, mas bastou DEUS ter entrado no templo e ninguém se conseguiu ter de pé, "porque a Glória de DEUS encheu aquele lugar".
Como é maravilhoso quando DEUS vem para mudar os nossos planos.

Parabéns por este blog. Gostei muito.